Como cuidar do Peixe Betta

O peixe betta costuma ser um dos peixes mais chamativos nas lojas de aquarismos. É um peixe extremamente bonito que costuma custar bem pouco, dependendo da espécie e normalmente são vendidos como ótimos peixes para iniciantes, já que são bem resistentes e não precisam de muitos cuidados para sobreviver. Mas isso não quer dizer que você possa criar o seu betta dentro de um potinho de vidro minúsculo, como ele é vendido muitas vezes.

Antes mesmo de adquirir o peixe, deve-se preparar o local em que ele ficará. Bettas são também conhecidos como “Peixes de briga”, então caso você não tenha uma longa experiência como aquarista, é recomendado colocá-lo em um aquário separado de 20 litros. Caso o peixe seja colocado em um aquário menor, as chances dele morrer em pouco tempo são bem altas.

O betta pode ser fácil de cuidar, mas isso não quer dizer que não precisa de certas precauções. Todo peixe precisa de um termômetro, filtro e a água adequada para seu tipo. A temperatura da água para um peixe betta deve ser de 22ºC a 32ºC e o pH deve estar entre 6,8 e 7,4. Se a temperatura  ou o pH da água for diferente disso, ele irá ficar doente e morrer. Você pode comprar um medidor de pH em qualquer loja de animais é um teste fácil e rápido de ser feito.

O ideal é que o fundo do aquário seja preenchido com uma camada de areia e que haja plantas de verdade. O ambiente natural dos bettas são águas rasas com muitas plantas, onde podem se esconder e fazer seus ninhos, e é interessante que o aquário seja o mais próximo possível disso para que ele possa se sentir à vontade. Mas é importante que seu aquário tenha tampa, já que os bettas costumam saltar.

Antes de escolher o peixe, deixe o aquário funcionando (sem o peixe) por 15 dias. Esse tempo é necessário para ajustar os parâmetros da água e das plantas. Você pode sim pôr o seu peixe no aquário antes desse período, mas isso aumentaria as chances dele morrer precocemente.

Mahachai Betta
Betta mahachaiensis doente x saudável. Imagem de: u/freckinthebox

Depois que o aquário está totalmente pronto, a água está estável e as plantas crescendo bem, é hora de finalmente escolhermos um peixe. Primeiro, certifique-se de que o peixe está saudável. Essa escolha pode não ser tão fácil quanto parece dependendo do lugar que você o compra, já que a maioria dos bettas passam parte da vida em espaços minúsculos e estressantes. Os três pontos mais fáceis para saber se está saudável ou não, são: verificando se as nadadeiras não estão muito corroídas; se o peixe está nadando normalmente (não está imóvel no aquário, nadando torto ou com dificuldade); e se não tem nenhuma mancha felpuda ou pontos brancos pelo corpo.

Assim que comprar o peixe, é necessário levar diretamente para casa. Os peixes não gostam de mudanças bruscas, portanto mudá-lo de um aquário para outro pode ser fatal. Temos que ter o máximo de cuidado possível. Quando chegar em casa, coloque o plástico em o peixe veio em seu aquário, sem abri-lo. Deixe-o boiar fechado por uns 15 minutos. Isto fará com que a temperatura da água dentro do saco se se iguale à temperatura do aquário, assim seu peixe não sofrerá um choque térmico.

Abra o saco cuidadosamente, jogue um pouco da água do saco fora e coloque água do seu aquário no saco plástico. Faça isto de 3 a 5 vezes, de forma que fique com metade da água que veio do seu aquário. Deixe novamente o saco plástico boiando por mais 15 minutos. É muito importante não colocar a água que está no saco plástico no aquário. Pode haver muita química ou até mesmo alguma doença na água. Ao evitar misturar a água da loja com a do seu aquário, você evita a contaminação e diminui as chances do seu peixe ficar doente.

Pronto, depois desse longo e cuidadoso processo, seu betta pode finalmente aproveitar seu novo lar, feito com todo cuidado e dedicação. Agora só é preciso alimentá-lo com a ração adequada e sempre que necessário fazer a manutenção do aquário, trocando parte de água e ficando atento aos níveis de pH e temperatura.

Peixes são lindos para se ter em casa e por esse mesmo motivo muitas vezes são tratados mais como peças de decoração do que como seres vivos de fato. Mas assim como um cão ou até mesmo um ser humano, precisam das condições certas para viver e cada tipo de peixe tem necessidades diferentes. É preciso sempre estudar e conhecer o máximo possível sobre eles antes de adquiri-los, assim, além de ter um belo peixe que vive por muito tempo, você terá um peixe feliz.