As cores e a camuflagem dos pássaros

As cores dos pássaros e muitos outros animais têm várias funções, que vão desde a camuflagem, advertência, para avisar que não é uma boa ideia mexer com eles e até, chamar a atenção para conseguir um parceiro.

Nos pássaros as cores vibrantes são encontradas principalmente nos machos, como no caso do pavão que se exibe sua cauda com penas grandes e coloridas tanto para atrair as fêmeas quanto para espantar possíveis predadores. Muitas outras aves costumam eriçar suas penas para parecerem maiores e mais intimidadoras quando se sentem ameaçadas, como por exemplo as cacatuas, galos e até mesmo os bem-te-vis possuem um pequeno topete escondido para essas ocasiões.

Pavão exibindo suas cores para uma fêmea
Pavão exibindo suas penas para uma fêmea Imagem de Andrew – Flickr
Bem-te-vi exibindo sua crista
Bem-te-vi exibindo sua crista. Imagem de Andy Morffew – Flickr

Apesar da maioria dos machos serem mais coloridos do que as fêmeas, quanto maior for o pássaro, maior são as chances de a fêmea também ser colorida. Pássaros pequenos costumam ser presas fáceis de aves maiores como gaviões, falcões, corujas e também de cobras. Quanto maior for o pássaro, menos predadores eles têm, portanto, podem exibir cores mais vibrantes, como é o caso das araras.

No entanto, nem todos os pássaros possuem cores vibrantes, grande parte, possui cores mais neutras com tons de marrom, preto ou branco. Essas cores os ajudam a se camuflar entre os troncos de árvores ou entre a vegetação para se protegerem de predadores.

Urutau camuflado
Urutau camuflado. Imagem de Brandon Trentler – Flickr
maçarico-solitario camuflado. Suas cores de misturam muito bem ao ambiente ao seu redor.
Maçarico-solitário camuflado. Imagem de Paul Hurtado – Flickr

Mas não podemos falar das cores das aves sem entender como os animais veem o mundo. Diferentemente dos humanos, as aves enxergam as cores; azul, verde, vermelho e ultravioleta. Essas cores as ajudam a encontrar alimento mais facilmente e a encontrar o parceiro com as penas mais bonitas, por exemplo.

Pássaros coloridos podem parecer serem alvos mais fáceis para predadores, mas para evitar isto, desenvolveram estratégias para se misturarem à paisagem à sua volta, de modo que suas cores mais fortes se misturem à dos frutos, flores ou folhas secas, passando despercebidas.

araratinga-de-testa-azul suas cores se misturam à folhagem
As cores da araratinga-de-testa-azul se misturam às da folhagem. Imagem de Richard Mc Neil – wikimedia

Mas certos predadores enxergam o mundo totalmente diferente das aves e também dos humanos. As cobras por exemplo, encontram suas presas através de sensações térmicas não de cores, portanto, mesmo que um pássaro seja extremamente colorido, ele não será visto por suas cores e sim pelo calor que emite.

Então, mesmo que para nós as cores de certa ave sejam muito sobressalentes e parecem denunciá-la aos predadores, devemos lembrar que o que eles veem pode ser completamente diferente.

Algumas cores no entanto, são produzidas acidentalmente por pigmentos depositados por outras razões. Por exemplo, os flamingos comem crustáceos, plânctons, pequenos moluscos e algas, que são ricos em carotenóides (uma substância química responsável pela cor vermelha). A ingestão desses alimentos faz com que suas penas fiquem vermelhas.

E, apesar de serem grandes e chamativos, os flamingos não são alvos fáceis. Os animais que se alimentam dessa ave são principalmente crocodilos e grandes jiboias, que caçam detectando calor e movimento. Quando os flamingos andam em grupos pelos rios, acabam confundindo a seus predadores — estes veem o grupo de flamingos como um único animal muito maior e, assim, deixam de atacá-los. Este é mais um exemplo de que mesmo que uma cor pareça deixar certo animal em desvantagem eles se adaptam para poder sobreviver.

O mundo das aves é muito mais complexo do que podemos imaginar. Apesar de dizermos que as aves enxergam “a cor” ultravioleta, esta não é uma cor, e sim um tipo específico de luz. Falamos assim para poder explicar uma informação que as aves enxergam que não existe para os olhos humanos. Existem muitas formas de enxergar o mundo, ele é muito mais do que nossos olhos ou nossa mente é capaz de perceber.


Leia mais em:

Deutsche Welle - As cores dos pássaros

Wingham Wildlife Park - Fantastic feathers - but how and why are birds so colorful?

Stanford - The Color of birds